10 dicas para evitar ciladas com serviços de telecom

O consumidor está sempre exposto à possibilidade de enfrentar problemas com serviços de telecomunicações, seja por não estar atento a tudo o que assina, seja porque as empresas que oferecem os serviços sabem como enrolar os clientes. Foi para evitar que as pessoas caiam em ciladas que a Anatel liberou uma cartilha simples com 10 dicas sobre o mercado. Confira:

1) Contratando um serviço ou pacote de telecom? Pergunte se o valor inicial é uma promoção, até quando vale e quanto vai custar depois. Evite susto na conta.

2) Antes de contratar um plano, leve em conta seus hábitos de consumo: quantos minutos costuma falar, mensagens e o volume de dados que usa.

3) O consumidor com pagamento em dia pode suspender o serviço de telecom por um período de um a quatro meses. Esse direito pode ser exercido gratuitamente uma vez por ano.

4) Contratando uma oferta com fidelização? Pergunte quanto tempo ela dura. O prazo máximo autorizado pela Anatel é de 12 meses.

5) Para mudar de operadora e manter o número de telefone, solicite a portabilidade na prestadora de destino. A migração irá ocorrer em até três dias úteis.

6) Está contratando por telefone? Você tem direito a uma cópia impressa do contrato e a uma cópia da ligação. Basta pedir à operadora.

7) A velocidade média da banda larga fixa deve ser, pelo menos, 70% em relação à velocidade declarada no contrato. Para medir, acesse brasilbandalarga.com.br (o Olhar Digital também tem um medidor, veja aqui).

8) Tire todas as dúvidas antes de contratar. A operadora deve explicar em detalhes o que está incluso e o que está fora do plano ofertado.

9) As regras do Código de Defesa do Consumidor também valem ara serviços de telecom. Caso alguma norma seja descumprida, procure a Anatel.

10) Planos com fidelização podem ser vantajosos, mas saiba que haverá multa se cancelar o serviço antes do prazo em contrato.

fonte: Olhar Digital

2016-12-13T13:27:34+00:0029/12/2015|
WhatsApp